Deputado Fábio Cherem trabalha pela dinamização da economia em Minas Gerais

Durante o período em que esteve à frente da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SEDE) e da SecretarDesenvolvimentoia Extraordinária de Desenvolvimento Integrado e Fóruns Regionais (SEEDIF), o deputado Fábio Cherem recebeu em seu gabinete várias empresas interessadas em se instalar ou ampliar seu potencial produtivo em Minas Gerais. Dentre os muitos estudos de viabilidade e investimento em que a secretaria trabalhou durante o tempo referido, duas importantes empresas puderam adequar suas propostas ao projeto de desenvolvimento mineiro e devem iniciar suas expansões em breve.

Superando desigualdades históricas

O primeiro grande projeto a entrar na agenda do Governo a partir do trabalho do deputado Fábio Cherem foi o Pólo Integrado de Alimentos e Bioenergia, um empreendimento desenvolvido pela empresa Terracal e que envolve as cidades de São Romão e Santa Fé de Minas, ambas localizadas no norte do Estado. Os dois municípios possuem o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) abaixo da média geral mineira e sofrem com problemas de escassez de chuvas, com mais da metade da população vivendo em condições de pobreza extrema.

O Pólo Integrado de Alimentos e Bioenergia tem como objetivo aproveitar as potencialidades produtivas da região no plantio do tomate, café e cana de açúcar, estendendo o trabalho também na direção do processamento destes itens através da industrialização do molho de tomate, do café beneficiado e do açúcar/etanol. O programa deverá gerar mais de 2.500 empregos diretos na instalação da Terracal em São Romão, com uma receita estimada de 1 bilhão de reais,.considerando a média anual dos primeiros 15 anos.

De acordo com o deputado Fábio Cherem, a concretização deste plano de investimentos junto ao Governo de Minas foi uma conquista histórica para as cidades envolvidas e também para o próprio Governo: “Estamos diante de uma região que precisa se desenvolver e alcançar níveis mais igualitários de acesso aos bens e serviços básicos que o restante do estado dispõe. Quando criamos mais de 2.500 empregos, aproximando o industrial e a gestão pública, promovemos o progresso. Esta é a principal função de nosso trabalho político”.

Desenvolvimento em harmonia com a natureza:

Outra conquista viabilizada através do trabalho de Fábio Cherem foi a ampliação da unidade produtiva da empresa Celulose Irani, S.A, localizada na cidade de Santa Luzia. A indústria possui atualmente um parque produtivo com área aproximada de 85 mil metros quadrados, que se destina à produção de papel reciclado de alta qualidade utilizado na produção de embalagens de papelão, com uma capacidade instalada de produção de 60 mil toneladas por ano.

Visando o atendimento ao mercado consumidor crescente de seus produtos, sobretudo dentro de Minas Gerais, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico viabilizou a adequação do plano de investimento da Celulose Irani, S.A à legislação ambiental mineira, o que vai possbilitar a  ampliação sua produção em 25 mil toneladas por ano (o que significa um crescimento de 41,6% na linha produtiva).

Além do aumento no produto final da empresa, serão criados 250 novos postos de trabalho diretos, além de inúmeros indiretos. Além de benefícios econômicos, o projeto Celulose Irani promove um importante movimento na direção dos cuidados com o meio ambiente através da valorização da reciclagem.

       

Deixe seu comentário